Você decidiu abrir seu negócio para vender online e não faz a menor ideia de quais são as primeiras providências que precisará tomar para vê-lo funcionando? Fique tranquila! Hoje, irei contar pra vocês 10 passos para entrar no mundo do e-commerce e arrasar.

Antes de dar o primeiro passo, é preciso entender o que está por trás de um e-commerce: quais investimentos são necessários; quem são os parceiros, fornecedores, clientes e concorrentes; como será a estratégia de marketing. Veja nas próximas linhas os 10 passos para ter um e-commerce de sucesso.

1.    Identidade visual

Ninguém quer montar uma joalheria online com a mesma cara do e-commerce de livraria, não é mesmo? Garanta que o seu e-commerce tenha uma identidade visual autêntica e que todo o trabalho tenha boa qualidade. Contrate um designer. Ele começará criando seu logotipo e a partir dela desenvolverá todo o restante do projeto gráfico do negócio. O designer terá a missão de construir a loja virtual dentro do padrão da proposta visual da empresa.

2.    Verdadeiro e legal

Evite prometer o que não se pode cumprir. Também é bom não deixar o cliente confuso, por exemplo, sobre cobrança de frete ou prazo de entrega. Isso dará confiabilidade ao site e poderá ser fator decisivo de compra. Já em termos legais, o empreendimentos deve alinhar-se às regras obrigatórias para funcionamento de lojas virtuais (nome, CNPJ, atendimento ao cliente etc.). Na Francisca Joias, por exemplo, sempre deixamos as informações bem claras para o cliente.

3.  Boa navegabilidade

Tudo que estiver disponível no site deve funcionar da melhor forma possível. O cliente precisa ter facilidades ao entrar na loja (usabilidade). Caso contrário, ele desiste em um clique e dificilmente voltará. Os problemas mais comuns são: site lento, imagens muito pequenas, grande quantidade de anúncios, pouco contraste entre fundo da página e cor da letra inadequada. Invista em otimizar esses pontos, que podem parecer simples mas fazem toda a diferença.

4.   Site seguro

Há diversas empresas que oferecem serviço de proteção ao site, análise de vulnerabilidades e bloqueio de ataques para garantir operações seguras. É preciso avaliar a solução ideal para o porte do negócio, mas não se pode deixar de garantir segurança ao cliente no momento da compra, pois este é um dos fatores mais determinantes de compra no mercado digital.

5.    Logística arrasadora

Não existe contato físico na compra pela web e isso gera uma grande expectativa no cliente para receber a mercadoria. O tempo de espera deve ser igual ou menor que o prazo acordado no site. E a mercadoria tem que chegar impecavelmente embalada. Sempre!

6.    Equipe preparada

Para cuidar do conteúdo, do design, de questões relacionadas à tecnologia da informação e ao marketing. Todos esses profissionais devem conversar, interagir, se integrar, para que se alcance êxito no trabalho que cada um executa.

7.    Anuncie

Uma boa maneira é começar fazendo testes com pequenos investimentos e medindo os resultados (verificar se houve aumento de cliques, de visitas e de vendas). As maneiras mais utilizadas  de fazer anúncios na internet: por links patrocinados (destaques do empreendimento em mecanismos de busca como Google) ou pelas mídias sociais.

8.    Otimize seu site para os mecanismos de buscas (SEO)

Ter um site bem posicionado nesses buscadores é fundamental para ser visto. O trabalho de SEO é lento e deve ser ininterrupto e detalhado para gerar resultados relevantes. Quando bem feito, gera maior visibilidade para o negócio e diminui a quantidade de investimentos em anúncios.

9.    Redes sociais

É importante marcar presença onde seu cliente está. E as redes sociais são ótimas ferramentas para fazer com que seu cliente lembre de você. Faça postagens diárias, com frequência, com conteúdos criativo e que despertem a interação com seu público.

10.  Blog

E para terminar, estude a possibilidade de criação de um blog. Por meio dele será possível fornecer informações úteis aos seus consumidores, com publicação de artigos sobre temas relacionados ao seu ramo de atuação. Além disso, a página se tornará uma excelente fonte para as postagens das redes sociais. Todas essas estratégias juntas aumentarão o engajamento da sua loja com o consumidor e o resultado se converterá em vendas.

Somente com muito trabalho, dedicação e profissionalismo que será possível criar uma loja virtual de qualidade, que agrade seu público alvo e lhe renda bons resultados financeiros. E, aí curtiu esse texto? Conta pra gente nos comentários! Vamos trocar figurinhas sobre qual dica você mais gostou.

vip_whatsapp-var