Com a crise no mercado de trabalho e na economia, empreender está se tornando umas das atitudes mais presentes na vida do brasileiro. Seja por necessidade de complementar a renda ou por estar desempregado, há um estímulo ao empreendedorismo. Mas, mesmo com essa tendência, ainda há um certo receio por parte da sociedade. Mas por que isso acontece?

Esteriótipo de empreendedor

Algumas pessoas ainda acreditam que empreender é coisa de gente que já tem uma vida financeira estável, com facilidades pois tiveram sucesso. O fato é que empreender é muito mais do que uma ideia fixa. É imprevisível, cansativo e exige dedicação diária para dar certo.

Não há um preparo desses empreendedores

Ainda que muitas pessoas invistam em realizar seus sonhos, não há muitos cursos que realmente contribuam para melhorar o conhecimento ou estimular a ideia sobre o assunto. Alguns conteúdos apresentados são de uma forma bem geral e superficial.  Isso faz com que muitas pessoas entrem nessa nova jornada sem saber ao certo algumas coisas, como quais são os desafios de cada área de atuação, os impostos que você deverá pagar ou como divulgar o seu negócio.

Leia mais

Diminua a burocracia e faça seu negócio crescer

Dicas para deixar a procrastinação de lado agora mesmo!

Inveja

Esse argumento pode parecer estranho para alguns, mas determinadas pessoas julgam as outras sem saber ao certo o que fazem. Seja por trabalhar muito ou pouco, sempre há uma crítica a ser feita. É bom receber certos toques sobre algo que possa nos prejudicar? Sim, desde que estejam acompanhados com uma dica construtiva sobre o que pode ser melhorado ou não.

Esses são alguns motivos pelos quais os empreendedores não são muito compreendidos pela sociedade. Com essas explicações, você pode se preparar melhor para passar por esses obstáculos e seguir firme rumo à realização dos seus objetivos.

francisca joias