Big Data, pra quem ainda não conhece, é o uso da grande massa de dados encontrados na internet e que podem melhorar o desempenho do seu negócio. A maneira como traduzimos essas informações, os dados que conseguimos são essenciais para nossa sustentabilidade e passa a ser um diferencial.

Segundo dados do e-bit, de cada 100 pessoas que entram em um site de e-commerce, somente 1 ou 2 convertem em compra, nós podemos melhorar isso. O Big Data se baseia em cinco características, que são os 5 V’s, representados por volume, variedade, velocidade, veracidade e valor.

1  5 V’s do Big Data

O volume é muito bem evidenciado, se relacionando com fotos, mensagens, e-mails, vídeos. O WhatsApp já teve de volume 64 bilhões de mensagens em um único dia. Já a variedade se sustenta pelas diversas informações recebidas, o que dificulta o tratamento de todas elas para conseguirmos as informações corretas.

A velocidade é a melhor característica do Big Data, é quando recebemos a informações em tempo real, que nos ajuda na tomada de decisão mais rápida. Sobre a veracidade, é fácil de se verificar pelas interações nas redes sociais e nos apresentam dados reais do usuário, permitindo interagir com ele em tempo real.

O valor é a capacidade de compreender essas informações e gerar valor para o nosso negócio e para o cliente, melhorando inclusive o nosso investimento e, posteriormente, o retorno.

Leia mais

• Como usar a informação a nosso favor

• 4 ferramentas ideais para pequenos negócios

2  Como usar o Big Data

O segredo está em processar corretamente os dados da internet, pois essas informações quando bem analisadas, vão influenciar nos resultados e nas ações de planejamento de gestão. Em primeiro lugar, não pode haver resistência à tecnologia e capacitar e treinar corretamente os colaboradores para assimilar, analisar e tomar decisões com os dados obtidos.

Estudar todas as estatísticas, ter um bom sistema de remarketing e se transformar para conseguir agregar valores à sua empresa e produtos.

Pense que você tem uma loja de sucos, onde poderá linkar todas as informações meteorológicas e de estações com as preferências do seu consumidor. Com essas informações você vai poder entender quais frutas e tendências para atender cada vez melhor e promover as mudanças necessárias no seu cardápio.

3  Tome cuidado com o Big Data

Todas essas informações que colhemos vêm desestruturadas e aí você deve tomar cuidado, já que a estruturação é por sua conta.

Você e toda a sua equipe precisam perceber a importância de organizar esses dados para ajudar na resolução dos seus problemas. Se falhar nesse momento, pode errar na avaliação e não ter condições de fazer as análises necessárias para te ajudar na gestão.

Nossos dados estão na rede, são compartilhados entre grandes empresas e elas estão usando essa tecnologia, que você não pode ignorar.

O Big Data nos traz muitas informações e expectativas, tome cuidado com a privacidade alheia.

Tá na hora de você se preparar para o presente, de olho no futuro, não subestime o mercado e tecnologia, derrepente você pode ficar pra trás.

Vamos lá, agora é com você, sucesso!